Vitamina D

A Vitamina D é um suplemento nutricional essencial para o organismo

A Vitamina D exerce papéis fundamentais para o corpo. Ela facilita a absorção de cálcio pelo organismo auxiliando no desenvolvimento saudável dos ossos e dos dentes e também no fortalecimento do sistema imunológico sendo notável seus benefícios relacionados a diversos estudos dos mais variados tipos de doenças, desde câncer de mama de próstata e as doenças autoimunes, incluindo esclerose múltipla, artrite reumatoide, diabetes tipo 1 e Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES ou apenas lúpus).
Quando falamos em vitamina D e autoimunes é preciso compreender que cada organismo é único. Ou seja, cada pessoa deve buscar um acompanhamento médico e nutricional a fim de evitar inconvenientes por conta de alguma necessidade de nutrientes.

Onde encontrar

Vitamina D Alimentos

A vitamina D é absorvida através da exposição solar e alimentação.
Segundo especialistas o recomendado para tomar o banho de sol é no mínimo 15 minutos até uma hora, entre as 11 da manhã e as quatro e meia da tarde, mas deve-se evitar a exposição prolongada ao sol nos períodos mais quentes do dia, que são entre o meio dia e as três da tarde.
A alternativa é obter o nutriente através de alguns alimentos como o óleo de fígado de bacalhau, gema do ovo, peixes, frutos do mar e leite e derivados contudo eles não fornecem a quantidade diária necessária.
Por conta da rotina dos grandes centros urbanos, o número de pessoas apresentam deficiência de vitamina D aumenta a cada dia e quando não há a absorção dos níveis saudáveis é preciso fazer a suplementação. A quantidade varia de acordo com a idade e o grau de deficiência vitamínica – crianças e mulheres grávidas fazem a suplementação de vitamina D com orientação médica.

Necessidade diária de vitamina D

A quantidade necessária varia de acordo com a idade:

  • Crianças até 1 ano: 10 mcg;
  • Crianças maiores de 1 ano e adultos: 15 mcg;
  • Idosos com mais de 70 anos: 20 mcg;
  • Gestantes: 15 mcg.

Sendo assim, mesmo com uma alimentação balanceada é difícil suprir essas necessidades, e quando não for possível a exposição ao sol é recomendado a suplementação geralmente em cápsulas.

Deficiência de vitamina D

É possível identificar a falta da Vitamina D através do exame de sangue. Alguns sintomas e problemas provenientes dessa carência: Dores e fraqueza muscular, diminuição do cálcio e fósforo no sangue, enfraquecimento dos ossos Osteomalácea (raquitismo) em crianças e Osteoporose em idosos. O consumo também é fundamental para as gestantes, a escassez podendo levar a abortos no primeiro trimestre. Já no final da gravidez, a insuficiência do nutriente pode levar a pré-eclâmpsia e aumentar as chances da criança ser autista.

Deixe uma resposta